terça-feira, 11 de agosto de 2015

Fic - A irma de Taylor Caniff (Prologue)

Postado por Diário dos Sonhos às 19:23
Reações: 
0 comentários Links para esta postagem
     -   Isso é serio Sophia?  - meu pai dizia, logo depois de bater a porta da frente da nossa casa com força - você acha que tudo o que você anda fazendo é brincadeira?  
        -     Pra falar a verdade, eu acho que a única brincadeira aqui é a sua cara – eu sorri encarando-o. Vi seu rosto ficar cada vez mais vermelho a medida que ele se aproximava de mim, sem quebrar o contato visual. 
       - Essa foi a ultima vez que você tentou acabar com a minha vida. E realmente vai ser a ultima, porque assim que o dia amanhecer eu vou para o tribunal devolver a sua guarda para sua mãe - ele disse, e assim que essas palavras saíram pela sua boca, eu abri o maior sorriso desde o momento que pusera os pés no Brasil. 
     - Essa foi a melhor noticia que eu já pude receber em toda minha vida. Mal posso esperar para nunca mais te ver. 
 Com essa frase, passei por ele em direção a porta e fiz questão de fazer uma ultima merda naquela droga de pais. 
  O ultimo ano tinha sido uma grande reviravolta na minha vida, em relação a todos meus princípios, Quando meus pais se separaram, depois de muitos julgamentos e diversas idas ao tribunal, meu pai acabou ficando com a minha guarda. Com isso tive que ir embora dos Estados Unidos para vir morar com ele no Brasil. Eu nem preciso dizer que aquele foi o pior ano da minha vida. 
meu relacionamento com meu pai, nunca foi um dos melhores, mais nunca tinha chegado num ponto tão ruim. Depois de um tempo eu criei coragem e deixei de aguentar todas as merdas que ele fazia em silencio. Em apenas alguns meses, minha vida tinha virado de cabeça para baixo, a medida em que eu fazia de tudo para arruinar a vida do meu pai do mesmo jeito que ele arruinara a minha. Quando finalmente ele se deu conta de que era melhor ficar sozinho, eu recebi a noticia de que poderia voltar a morar com minha mãe e meu irmão Taylor, nos Estados Unidos.  
  Agora é só uma questão de tempo ate que eu pegasse um avião e voltasse para minha verdadeira família. Aquele não seria somente o penúltimo ano do ensino médio como também seria o melhor jeito de eu esquecer tudo o que tinha acontecido no Brasil. Eu tinha jurado para mim mesma que não deixaria ninguém saber tudo oque eu tinha feito , e estava disposta a cumprir esse promessa. 
      

 

Diário dos sonhos Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos